terça-feira, 29 de novembro de 2011

RUTA 40 - BARRANCAS A MALARGÜE

Olá Pessoal

Encerrando a série de postagens sobre nossa aventura na Ruta 40, agora chegou a vez do trecho mais difícil da estrada.
Como já dito, chegamos no final de tarde a Chos Malal, decidimos continuar a viagem, decisão que nos possibilitou a visão de um por do sol fantástico.
A próxima opção era Buta Ranquil, cidadezinha poeirenta mas que fica no pé do fantástico vulcão Tromem. Seria uma visão incrível ao amanhecer. Pena que não havia hospedagem disponível. 
A região se transformou numa zona petroleira e Buta Ranquil foi escolhida como ponto de hospedagem dos petroleiros.
Só nos restava procurar hospedagem em Barrancas, que fica na fronteira da província. 

Bem, já viram falar em alojamento turístico? Era isto ou dormir no carro, seguir viajando durante a noite seria loucura.
Por isso fizemos tantas recomendações na primeira postagem.
De Barrancas a Malargüe são  205 km, sendo 120 km de estrada de chão do mais indomável deserto de paisagens deslumbrantes, tendo somente los chivitos como companheiros.
Depois de muito tempo viajando pensamos: só falta aparecer dinossauro. 
Não é que de repente, numa curva da estrada, surgiu o museu de paleontologia e ao fundo a montanha com a silhueta de um Triceraptus. Era só o que faltava!!!

Até mais

Equipe DigiPhotus




















3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A fotógrafa tem grande sensibilidade.

    Dorinha

    ResponderExcluir